quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Palavras de filmes

Costumo ler grifando os momentos mais marcantes nos livros, para ler depois, realimentar-me de algo que me fez bem ou que me despertou uma nova compreensão. Da mesma forma faço quando vejo filmes em casa. Se há palavras que me tocam o coração, paro o filme, repito a cena e anoto. Tenho um arquivo no computador chamado Palavras de Filmes. De vez em quando leio, e às vezes, encontro palavras que também servem para amigos. Compartilho com vocês.
Gilvan Almeida

P.S.: Agradeço a colaboração dos leitores com novas palavras de filmes para este post e, consequentemente, com meu arquivo. O amigo Marcos Afonso me lembrou desta frase simbólica do filme "O advogado do diabo": "A vaidade é o meu pecado predileto". Começaram a chegar mais palavras, então vou dar sequência no post, após o filme número 31.

1. Filme - Tinha que ser você:
O ex dizendo para a ex, no casamento da filha de ambos:
- “ ...(você) sempre soube fazer com que me sentisse um lixo em 30 segundos...”

2. Filme - Elizabeth: a era de ouro.
"...Quando a tempestade irrompe, cada um age conforme sua natureza. Alguns ficam mudos de pavor. Alguns fogem. Alguns se escondem. E alguns abrem as asas como águias e alçam vôo..."

3. Filme - A ponte de San Luiz Rey:
Procurem a cena em que essas palavras são ditas:
-“Agora ele descobriu o segredo do qual não nos recuperamos. O de que mesmo no mais perfeito amor uma das pessoas ama menos do que a outra. Talvez não haja duas pessoas que se amem igualmente.”

4. Vi em um filme que não lembro o nome:
-“Seremos como esses casais dos quais sentimos pena nos restaurantes? Somos os mortos que jantam?”

5. Filme - Encontros e desencontros:
-“Quanto mais você sabe quem é e o que quer, menos deixa que as coisas o perturbem.”

6. Filme - Dragão vermelho:
-"...Nossas cicatrizes têm o poder de nos lembrar que o passado foi real..."

7. Filme - Los Angeles, cidade proibida:
-“Você é um homem político. Tem olhos para as fraquezas humanas, mas não o estômago.”

8. Filme - Chocolate:
-"Não podemos medir nossa bondade pelo que não fazemos, pelo que negamos a nós mesmos, o que resistimos e a quem excluímos. Nossa bondade é medida por aquilo que aceitamos, pelo que criamos e por quem incluímos."

9. Filme - Metrópolis:
-“O mediador entre a cabeça e as mãos deve ser o coração.”
-“Cabeça e mão querem se juntar, mas eles não têm o coração para fazer isso. Ó mediador, mostre a eles o caminho de um ao outro...”
-“Sou o Consolador, que remove a preocupação, que coloca as mentes cansadas no travesseiro, que abre as portas para o Além.”

10. Filme - O segredo dos seus olhos:
Filme argentino que ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro de 2010:

1."Como se faz para viver uma vida vazia? Como se faz para viver uma vida cheia de nada?"

2."Não pense mais nisso.
Não pense mais.
Não fique mais imaginando, imaginando,
pensando no porquê....
no que aconteceu,
no que não aconteceu ...
Senão vai ter mil passados e nenhum futuro.
Não pense mais.
Não vale a pena."

11. Filme - “Tão Longe, Tão Perto” (“In Weiter Ferne, So Nah!” - 1993)
-“Os olhos são a luz do corpo. Se os olhos forem bons, o corpo será luminoso. Mas se forem maus, o corpo estará em trevas”. É com esta citação de Mateus (VI, 22) que o diretor Wim Wenders inicia o filme.

12. Filme - Blade runner, o caçador de andróides:
-"Pena que esses momentos vão se perder no tempo como lágrimas em uma noite de chuva".

13. Filme - Rapsódia em agosto:
Em uma localidade do Japão, duas amigas idosas se encontram e ficam horas, em companhia uma da outra, em silêncio. Alguém diz:
-“Existem pessoas que ficam silenciosas quando falam.”

14. Filme - A partida:
Pequeno e marcante diálogo:
-“O que é isso?
-Uma pedra-carta. Os antigos, antes da invenção da escrita procuravam uma pedra que expressasse seus sentimentos e a davam aos seus entes queridos. Quem recebia a pedra podia ler os sentimentos do outro pelo peso e textura. Por exemplo, uma pedra lisa era sinal de um coração sereno. Uma pedra áspera, de que a pessoa estava em dificuldades.”

15. Filme - Em minha terra:
-“A verdade é uma mulher. Todos a reconhecem, mas ninguém a conhece.”

16. Filme - Netto e o domador de cavalos
-“Passo meus dias dedicados aos serenos prazeres da contemplação.”
-“A função da memória é a imortalidade.”

17. Filme - Plenty:
-“...Você tem que viver antes de escrever...”

18. Filme - Antes de partir:
-"Encontre a alegria de sua vida."
-"Ele morreu de olhos fechados mas de coração aberto."

19. Filme - Mentiras sinceras:
-“Aqui estou eu, pensando que era feliz ...” (marido traído)

20. Filme - O julgamento do diabo:
-“É bom termos alguém por perto, para nos avisar que não existe atalho para a felicidade.”

21. Filme - Confidencial:
-"Melhor arrependida que curiosa": palavras atribuídas a Marylin Monroe.
-"Minha vida toda eu quis criar um trabalho de arte,
eu cantei, ninguém ouviu,
eu pintei, ninguém olhou..." ( Um dos assassinos diz)
-"Bebida, suicídio para os que não têm coragem."
-"...A vida é dolorosa. É uma experiência que reúne o rico e o pobre. Acho que sou capaz de suportar isso porque transformo o que me fere em arte."

22. Filme - Conversando com Deus:
-"Não se preocupe com os outros. Concentre-se no que você pensa de você."
-"Viver a vida sem expectativas, sem a necessidade de resultados, isso é liberdade."

23. Filme - Bambi 2:
Bambi pergunta ao pai se ele teria medo (em uma determinada situação). O pai responde:
-“Talvez, mas ainda assim eu iria.Um príncipe pode ter medo, mas não pode deixar que o medo o impeça de agir.”

24. Filme - O segredo de Beethoven:
-“A música é o idioma de Deus.”
-“A solidão é minha religião.”

25. Filme - Quase deuses:
-"...Dizem que não se viveu realmente, a não ser que se tenha muitos arrependimentos..."

26. “Comigo a anatomia ficou louca, eu sou todo coração.” Ouvi na TV e, pesquisando, encontrei como autor o cantor e compositor Jorge Mautner.

27. Filme - Herói por acaso:
-“Imagine se todos dissessem a Verdade. Seria a guerra.”

28. Filme - Um lugar para recomeçar:
-“Mais difícil que guardar... é por para fora.”

29. Filme - Poder além da vida:
-“As batalhas que lutamos estão dentro de nós.”
-“As pessoas mais difíceis de serem amadas normalmente são as que mais precisam de amor.”
-“A jornada é que nos traz a felicidade, não o destino.”

30. Filme - Notas sobre um escândalo:
-“Queremos tanto acreditar que achamos nossa outra metade. É preciso coragem para ver o real ao invés do conveniente.”
-“As pessoas sempre confiaram a mim seus segredos, mas a quem confio os meus? A você. Só a você.” Protagonista do filme referindo-se ao seu diário.

31. Filme - A pele:
-"O que você tem que abandonar para se encontrar?"
-"Todo mundo tem uma porta que gostaria de cruzar."

32. Filme - O advogado do diabo:
-"A vaidade é o meu pecado predileto."
-Colaboração do Marcos Afonso.

33. Filme - Clube da luta:
-"Só depois de perder tudo é que ficamos livres para fazer qualquer coisa."
-Colaboração do Nostradamus.

34. Filme - Entrevista com o vampiro:
-"O mal é um ponto de vista."
-Colaboração do Nostradamus.

35. Filme: Diários de motocicleta:
-"Escutei os pés descalços na lama e vi rostos emaciados de fome.
Meu coração era como um pêndulo entre ela e a rua.
Não sei com que força me livrei dos seus olhos,
me safei de seus braços.
Ela ficou, afogando sua dor em lágrimas,
atrás da janela e da chuva."
-Colaboração: Ana Regina.

36. Filme: O jardim secreto:
-"Se você olhar bem, verá que o mundo todo é um jardim!"
-Colaboração: Luana Couto

4 comentários:

Marcos Afonso disse...

Muito bacana, Gilvan, amigo Filósofo!
Mais bacana ainda a sua atitude em somar conosco esse garimpo!...
Posso colocar umazinha?

"A Vaidade é o meu pecado predileto."
(in O Advogado do Diabo)

Grande abraço e... que fique a lenda!...

Tania disse...

Maravilhoso esse acervo de palavras. Eu gostaria de ser como a águia, nos momentos de tempestade alçar vôo...

Bjus.

Fátima Almeida disse...

O que mais me marcou no filme Elizabeth, a era do ouro foi precisamente essa frase dita pelo alquimista que vivia na torre do castelo dela: qdo a tempestade vem alguns se encolhem com medo, outros voam com ela..então, ela entendeu tudo, ergueu a nação inglesa e derrotou a Invencível Armada de Felipe II. É uma das batalhas mais memoráveis. A queda do império espanhol, o início do imperialismo inglês. E o mais interessante é que os fatos históricos objetivos parecem não fazer sentido, mas o poder da magia do alquimista sobre o espírito dela sim, e o fato de que ela era de fato uma rainha, una em alma com seu povo. A segunda frase que nunca esqueci foi essa que você citou do filme Blade Runner..quando o andróide está agachado no telhado olhando a chuva e fala isso. lindíssimo, inesquecível aquele filme..TB lembro dessa frase do filme sobre anjos do Wim Wenders. e de outras...

Luana disse...

"Se você olhar bem, verá que o mundo todo é um jardim!"
O Jardim Secreto