domingo, 3 de agosto de 2008

Procura-se

Quero um amigo verdadeiro
a quem possa vomitar
a alma e o coração inteiro.

Que me ouça sem interromper,
sem condenar nem defender,
que apenas me ouça o mais profundo.

E depois, sem nada cobrar,
seja terno, seja puro, só amigo,
bebendo comigo, sem dividir nem multiplicar,
a grande solidão de meus segredos.

Darcy França Denófrio (Itarumã, 21 de julho de 1936) é uma educadora, poeta, biógrafa e crítica literária brasileira. Tem seus estudos voltados fundamentalmente para a literatura de seu estado, Goiás. Dedicou trinta anos de sua vida ao magistério, destacando-se como professora de Teoria Literária nos cursos de graduação e pós-graduação da Universidade Federal de Goiás

3 comentários:

Faide Veiga disse...

Amei.Eu também quero esse amigo.Os que tenho são queridos e amados,mas no subterrâneo de minha alma sei que "o amigo desse lindo e inspirador poema"ainda não me alcançou,mesmo que tenhamos nos olhado ou tocado,mesmo que tenhamos sorrido,conversado,ainda assim,não foi por inteiro...e nem o mais profundo...ABS>

Eder Alex disse...

Olá Gilvan! Acredito que há sim amigos como esse, talvez ao nosso lado, mas nem sempre abrimos os olhos para quem está próximo. Doutor, andei lendo vários de seus textos de forma aleatória, alguns dos anexos e esses do blog. Essa mistura de ensaio, crônicas e aforismos e bastante interessante, pois emprestam um caráter herudito e até mesmo científico aos seus escritos. Cientifíco no sentido de que fica claro que vc não tirou nada disso de uma manual de auto-ajuda qualquer e sim das suas leituras, dos filósofos e, é claro, das suas vivências. No s faz pensar, nos faz questionar e isso é sempre importante. Gostei bastante!

vi disse...

Esse amigo eu posso dizer que tenho e é muito raro! Agarre-se a ele pois é um tesouro!Não precisa ser por inteiro ! mas sentido no coração
parabéns