sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Sabedoria popular relacionada à Virgem Maria

Há um tempo encontrei estas duas belas poesias a respeito da Virgem Maria. Recentemente recebi de uma amiga esta imagem da Virgem grávida, que não conhecia. Gostei muito e compartilho.

Gilvan Almeida

1.O poeta Zé Limeira em um desafio com outro repentista, que lhe fez o seguinte desafio:
“ Amigo meu camarada
me tire desta esparrela,
como foi que a Virgem Maria
deu a Luz e ficou donzela? ”
Ele respondeu:
“ Como a Luz na vidraça,
que entra e sai sem bater nela,
assim a Virgem Maria
deu a Luz e ficou donzela.”

2.“ Conceição divina e bela,
recebeu Divina Graça,
que entrou e passou por ela,
como o sol pela vidraça. ”
(Oswaldo Xidieh, Narrativas Populares)

2 comentários:

Isaac Melo disse...

Gilvan,

que coisa linda, mesmo, hein!
Não há teologia que vença a sabedoria do povo.

Um fraterno abraço!

P.S. meu amigo, realmente eu troquei o nome de Conselheiro por Pe. Cícero, é que encontro mais referências ao Padim. Aqui, nessa região, não há nenhuma referência ao Conselheiro, aliás pouca gente sabe dessa história. Hoje, Canudos está inundada.
Aliás, não sei se você já viu o fime "Canudos", com José Wilker e cia. é muito interessante. Abrços!

Faide disse...

Acho o máximo o falar por imagens ou comparações,essa associação de idéias parece fácil quando nos apresentada...mas não é...fica para quem tem o dom...
É verdade que essas comparações também se encontram nas produções eruditas mas a expressividade é singular.
Gilvan,
Amei as duas poesias,são um mimo à formosa Virgem Maria.


bjo
Faide ;)