sábado, 6 de setembro de 2008

1. Minha experiência no Festival de Cinema de Gramado-RS

1. Como fui escolhido para ir a Gramado:
Minha filha Mariana me informou que o Jornal A Gazeta havia lançado um concurso para escolher um acreano para ser membro do Júri Popular do Festival de Cinema de Gramado, que aconteceria entre 10 e 16.08.2008, e me incentivou a participar. Aceitei de imediato e fiz estas quatro frases:
1. “Cinema brasileiro: desde o pioneiro Humberto Mauro, a câmera, a luz, a idéia e o talento brasileiro revelando sonhos e cultura através da 7ª arte.”
2. “Sonho, realidade, fantasia, imaginação e arte, o cinema brasileiro alimenta o imaginário de nosso povo, unindo-nos em fé, esperança, cultura, cidadania, nacionalidade e consciência do nosso valor.”
3. “O cinema brasileiro embala os sonhos da infância; desperta a consciência revolucionária em nossos jovens; alimenta a força do coração dos adultos e reconhece a importância e o valor dos idosos. Arte a serviço do povo.”
4. "De norte a sul, o cinema brasileiro evidencia e une a diversidade cultural brasileira, conduzindo através da fantasia, do talento e da imaginação, as mentes e corações em direção à essência artística de nossa brasilidade."
No final de julho recebi um telefonema da editora de A Gazeta, Maíra Martinello, me dando a agradável notícia que minha frase - número 3 - havia vencido o concurso. Fiquei muito feliz e, em seguida liguei para a Mariana, que vibrou muito com minha vitória.
(Continua)

Um comentário:

Faide Veiga disse...

Gilvan,te parabenizo novamente e à Mariana.Essa sua experiência no festival de cinema de gramado foi com certeza única e maravilhosa.Cito também o orgulho sentido pelos acreanos,familiares,amigos,pacientes...por seu mérito em participar de um evento cultural tão importante para o nosso país e para todos os envolvidos no mesmo.ABS.